domingo, 23 de janeiro de 2011

Crítica: As Aventuras de Sammy


por Joba Tridente

As Aventuras de Sammy, de Ben Stassen, é desses filmes que a gente se apaixona logo de cara. Tudo começa em 1959, com o nascimento de ninhadas de tartarugas. Sammy é menor que as outras, mas que terá de lutar (do mesmo modo) para sobreviver a todos os percalços a que estará exposta desde a quebra do ovo. Em sua emocionante saga, de dar volta ao mundo, enfrentará gaivotas, tubarões, poluição, humanos (entre outros perigos), mas também se divertirá um bocado na companhia do brincalhão amigo Ray (os dois no ofurô é demais). Ah, e terá um bocado de tempo para procurar, encontrar e se perder de Shelly, uma adorável tartaruga que ele conheceu ainda bebê, na praia, a caminho do mar, e por quem sente uma irresistível atração.


Criada com tecnologia 3D IMAX, a deslumbrante animação às vezes lembra um gigantesco e relaxante salva-tela com o tema marinho. Porém, de nada adiantaria tal estética e tamanho domínio tecnológico sem uma boa história. E aí entra o excelente roteiro de Domonic Paris, cuja narrativa encanta (sem ser piegas) e educa (sem ser moralista), toca em (incômodas) questões ecológicas, expondo inaceitáveis (e inacreditáveis) atos humanos, para que cada um tire as suas próprias conclusões. O certo e o errado estão na mente de quem constata e no gesto de quem o provoca o desequilíbrio. Tomar uma atitude é dever de todos.


A animação é um deleite para os olhos e para a mente. A impressionante qualidade do 3D (feito por quem sabe) coloca o espectador dentro de um cenário esplendoroso (e nem precisa saber nadar), com animais relando, encarando e atacando a platéia. Os personagens são cativantes e a história simples (não infantilóide!) e de fácil compreensão, agrada tanto aos pequenos quanto aos grandes acompanhantes. Ela propõe (e cumpre muito bem) uma viagem de 50 anos pelas águas (e vida marinha e fluvial) da Terra, sem subestimar a inteligência de ninguém. Além de passar longe do didatismo de qualquer livro de ciências ou biologia escolar.


As Aventuras de Sammy (Sammy's Avonturen: De Geheime Doorgang, Bélgica, 2010), que também está disponível em 2D, é um filme amoroso que valoriza a amizade e o respeito à vida. O seu humor gostoso e saudável é envolvente e contagioso. A trilha sonora é uma delícia e, quem puder, veja em 3D, este é honesto e real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...